12o Dia

12o Dia : Ushuaia -> Rio Gallegos
17 de Maio de 2008

Acordo cedo para os padrões de Ushuaia, tomo café, arrumo minhas coisas no carro e saio por volta de 8:00hs. Nessa noite não nevou tanto, então as ruas estavam mais limpas.

Ao sair de Ushuaia já vejo, no posto policial, a placa indicando que é obrigatório o uso de ‘cadenas’. Converso com o guarda até onde ele acha que eu devo ir com as ‘cadenas (correntes)’. Ele acha que até Rio Grande, cerca de 230 Km de Ushuaia.

Na neve, cautela e caldo de galinha, ops, caldo de galinha não dá pois você está dirigindo. Então somente cautela, muita cautela. Se seu carro tiver ABS, ótimo… se não tiver, cuide ao frear, pois se travar os pneus você sai da pista e vai sabe-se lá para onde. :-)

Quando falava para o pessoal (hotel, loja, guarda) que iria a Punta Arenas, todos me alertaram quanto ao ‘Paso de Garibaldi’. É um local na cordilheira onde há montanha de um lado e precipício de outro, quase sem proteção. E quando neva, acumula muita neve ali por causa das montanhas. Medo é para os fracos :-)

Saio em direção à estrada. Escuridão total e muita, muita neve.

No vídeo de hoje comento que aconteceram três coisas que eu jamais havia imaginado :
1) Ví na 5a feira paisagens lindíssimas com neve
2) Ví ontem, 6a feira, uma nevasca muito forte (para mim, que nunca tinha visto)
3) e hoje, dirigi na neve por muito tempo. Vai gostar de neve assim lá no Pólo Norte :-)

Clareia o dia por volta de 9:00hs com o termômetro marcando -3 graus. Frio e neve era o cardápio do dia :-)

Mas tudo vai indo tranquilo… nenhum susto, andando normalmente a 50-60 Km/h, depois do dia clarear, em alguns locais colocando até 80 Km/h por breves momentos.

A vantagem disso tudo eram as paisagens, os locais cobertos de neve, lagos semi-congelados, enfim, um sem número de imagens que vou lembrar pro resto da vida (e através desse blog, muitos outros vão poder conhecer :-) ).

Em alguns locais, o vento levava o gelo/neve fina e criava um ‘neveoeiro’ :-) sobre a pista. Bonito, mas ficava perigoso.

Se você quer ver muita neve, veja o vídeo de hoje. Branco é a cor de fundo :-)

Numa aventura, sempre tem que ter alguma ‘interpérie’ não é mesmo ? Comigo não foi diferente. Próximo de Rio Grande, uma das ‘cadenas’ (a do lado esquerdo) rompeu. Tive que parar e tirar o restante dela para não danificar a Carnival.

Parei um Argentino que vinha do lado contrário e pedi para ele como estava a estrada de onde ele vinha. Disse-me que indo devagar não havia problemas. Contei para ele da ‘cadena’ que havia rompido e ele me sugeriu que deixasse a do outro lado. Fui mais devagar e com ainda mais cautela.

Chegando à uns 20 km de Rio Grande há um posto policial. Parei e pedi para ele se ainda precisava usar as ‘cadenas’. Ele olhou (no lado esquerdo) e disse “Que cadenas ?” :-) Expliquei que tinha rompido uma e estava somente com a do outro lado.

Ele me disse que poderia tirar, ir devagar, cuidar no gelo, etc. Perguntou-me onde eu ia, respondi que iria para Punta Arenas, no Chile. Nessa hora ele falou “Mas para ir a Punta Arenas os Carabineiros do Chile (polícia) vão exigir que você tenha as ‘cadenas’”. Pedi à ele o porque, ele me explicou que é comum ter neve lá na estrada quando tem neve na estrada de Ushuaia (ficam quase em uma mesma linha).

Caramba, isso realmente não estava nos meus planos. Eu até poderia ir à Rio Grande, tentar consertar a que havia se rompido ou então comprar outra. Mas sabe quando você desanima ? Então, eu fiquei desanimado com aquela notícia. Mas ainda havia uma esperança.

Ele me disse para ir até a fronteira, onde eu entraria no Chile, e perguntar para um Carabineiro se ele sabia se estavam ou não exigindo as ‘cadenas’. Ainda há esperança :-)

No caminho, eu já tinha praticamente desistido de Punta Arenas. Pelo que lí e pesquisei na internet, não há muita coisa para se fazer lá, mas mesmo assim iria pedir informação ao Carabineiro na fronteira.

Na fronteira, o Carabineiro me disse que não tinha certeza, mas achava que sim, que seriam necessário as ‘cadenas’. Nessa hora decidi que seguiria direto para El Calafate.

Na aduana conheci um casal de argentinos, de meia-idade, que moram em Ushuaia e estavam indo para El Calafate. Me pediram se eu conhecia a estrada. Disse que não. Me aconselharam a não ir, porque tinha neve num trecho da estrada, e também porque a previsão deles era chegar a El Calafate alí pelas 22:00hs. O carro deles tinha os pneus com cravos, mas eu estava sem as 2 ‘cadenas’. Viajar à noite, correndo risco de pegar neve e gelo ??? Não !!! Aventureiro sim, mas louco não :-)

Seguindo a sugestão deles, parei em Rio Gallegos para dormir. Daqui até El Calafate são 320 Km. Segundo me informaram no hotel, não deve ter neve amanhã (não muito cedo, claro), mas pode ter gelo. Estou muito cansado, pois saí as 8:00hs da manhã de Ushuaia e cheguei em Rio Gallegos as 18:00hs. Todo esse tempo para fazer apenas 580 Km.

Mas o trajeto é complicado : é neve, depois rípio, depois uma aduana Argentina, uma aduana Chilena, uma Balsa que demora 30 minutos para atravessar o Estreito de Magalhães, mais um pouco de rípio, mais uma aduana Chilena e mais uma aduana Argentina. É mole ??? :-)

Meu objetivo é sair daqui amanhã alí pelas 8:30hs e ir em direção à El Calafate. Hoje tomei uma decisão que deve encurtar minha aventura. Vou deixar o Chile para outra viagem.

Inicialmente eu iria conhecer vários locais no Chile, entre eles : Punta Arenas, Puerto Natales, Osorno, Puerto Montt, Puerto Varas, Valdivia, Pucon, Concepcion, Santiago, Vinã del Mar, Valparaíso e algum outro que esqueci.

Mas eu nunca havia ficado mais que 5 ou 6 dias fora de casa. Caramba, como a saudades é algo difícil de lidar :-) Estou com muita saudades da minha esposa e dos meus filhos, mas muita saudades mesmo – tá bom, você pode pensar que é papo sentimentalista, mas é isso que estou sentindo :-)

Então deixo o lado chileno para uma próxima aventura e sigo somente pela Argentina. Isso me faz ganhar, segundo meus rápidos cálculos, uns 8 a 10 dias de viagem. Mesmo assim ainda demoro para chegar em casa. Amanhã quero estar em El Calafate alí pelo meio-dia… espero que não tenha neve nem muito gelo no caminho !

Fotos :

Clique aqui para ver as fotos desse dia.

Video(s) :
Parte 1 :

Parte 2 :

Parte 3 :

Postado por guiadevoo

Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário